Blogue

Tradutor Espanhol Português

Tradutor Espanhol-PortuguêsTradutor Espanhol-Português

Há que ter especiais cuidados com a tradução espanhol português, preciosa nos dias de hoje em que qualquer país, através das suas empresas, devem ter um propósito exportador. Espanha e Portugal (assim como Brasil e muitos países da América do Sul) estão próximos, e nesse sentido as relações entre eles devem ser uma prioridade. Um bom tradutor espanhol português é aquele que entende muito bem o espanhol (preferimos a designação “espanhol” a “castelhano”) e é um nativo no idioma português.

Tradução Jurídica de Espanhol

Há uma similitude entre o sistema jurídico espanhol e o sistema português, uma vez que ambos foram gerados através de um tronco comum: o Direito Romano. De todo o modo há terminologia jurídica em Portugal que existe em Espanha, ou, a existir,  não é totalmente fiel ao que se passa no outro país.

A tradução jurídica é uma verdadeira especialidade e só um tradutor habilitado e muito qualificado para o efeito poderá dar a resposta adequada sem os riscos inerentes à tarefa de traduzir. Este tradutor deve ser jurista de preferência ou ter formação na área do Direito.

Na América do Sul o espanhol jurídico sofre alterações que são de registar em relação àquilo que é o direito espanhol. Em países como o México, o Peru, a Argentina, Paraguai e Colômbia, há uma autonomização face ao direito espanhol, tendo as práticas jurídicas evoluído de uma forma muito especial. O tradutor espanhol português, especialista em traduções jurídicas, deve procurar conhecer a realidade daquele Direito, os institutos e termos jurídicos,  executando o trabalho e produzindo o resultado mais fiel possível. De assinalar que em relação às diferenças de sistemas jurídicos falantes do espanhol, o mesmo acontece entre Portugal, Brasil, Angola e Moçambique, por exemplo.

A tradução jurídica (tradução jurídica de inglês, tradução jurídica de alemão, tradução jurídica de francês, tradução jurídica de italiano, etc.) devem conhecer e respeitar as finalidades do texto, trabalhando igualmente bem com língua de partida e a língua de chegada.

Não é possível, pois, que um tradutor generalista possa fazer uma tradução jurídica nas mesmas condições que um formado em Direito o faz. Os erros são comuns nesta área e saltam facilmente à vista, havendo tendência para transposições demasiado literais, o que se revela um problema grave, alterando por completo o sentido ao texto, escondendo-se qualquer pista que leva ao caminho certo.

O espanhol (ou castelhano) é língua oficial nestes países: Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, Espanha, El Salvador, Guatemala Guiné Equatorial, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai, Venezuela.

É um idioma muito falado no Belize e com grande importância nos Estados Unidos em virtude dos fenómenos migratórios.

Clique aqui e solicite-nos um Orçamento Gratuitamente. Caso prefira, poder-nos-á enviar o seu pedido de orçamento através do email geral@sps-traducoes.com.pt ou através do telefone 00 351 92 926 35 82.