Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Blogue

Tradutor Português Inglês

Tradutor Português-Inglês Tradutor Português-Inglês

A tradução inglês-português (tradução jurídica inglês português ou tradução genérica ou generalista) é das traduções mais tradicionais no mundo online e offline. O que se compreende pelo facto de o inglês ser a língua universal por excelência, sendo uma ferramenta de trabalho e funcionando não raras vezes como intermediário entre não falantes. O inglês é um idioma que a nível básico é de fácil aprendizagem, estando presente no nosso quotidiano diário, mais do que línguas como o francês, o espanhol e o alemão, na música, nos filmes, séries televisivas, entre outros suportes. Tem sido também aqui que se tem evidenciado o domínio do inglês sobre as outras línguas.

O CASO DO “INGLÊS JURÍDICO”

A tradução jurídica inglês português (e o seu contrário) tem dificuldades que não tem outros idiomas (aqueles que funcionam dentro do mesmo sistema – por exemplo o português no confronto com o francês), uma vez que podemos estar a lidar com sistemas jurídicos completamente diferentes, com institutos próprios e lógicas que não se assemelham. O nosso sistema jurídico em Portugal é de matriz europeia, sendo certo que assenta no Direito Romano. O sistema é apelidado de “sistema romanístico”. As características são simples de apreender: a actividade do legislador é intensa e o mesmo é dizer que proliferam os diplomas legais, com vantagens claras ao nível das expectativas jurídicas. No que tange ao inglês jurídico (Reino Unido, Estados Unidos, entre outros países) temos o sistema anglo-americano. Este sistema assenta na tradição, na jurisprudência de casos passados, na regra do “precedente”.

Porém, nos últimos anos, com a globalização, as características foram-se esbatendo no confronto com o sistema romanístico, havendo mais leis, regulamentos, etc. De todo o modo, os institutos jurídicos continuam muito longe uns dos outros em termos de previsão, senão de estatuição. O tradutor jurídico de inglês tem então uma missão espinhosa ao estudar os dois sistemas para que possa reflectir no inglês aquilo que é pensado para o português e foi pensado para um sistema diferente. Não pode ser literal, pois corre o sério risco de se não fazer entender, devendo saber, como se diz correntemente, “como dar a volta ao texto”. Quando não é possível, há notas explicativas em rodapé como último recurso. Um bom dicionário de termos jurídicos também é fulcral, havendo também bons sites e fóruns na internet que são uma plataforma de discussão e entre-ajuda muito interessante no que toca a este trabalho árduo de apreensão de técnicas de tradução.

Por outro lado a área dos negócios é mais facilitada, até pelo mundo capitalista em que vivemos. Exemplo: compra e venda de imóveis (“real estate”).

A tradução português inglês é umas das mais requisitadas na SPS Traduções – Tradução, Marketing e Serviços. O Inglês é uma das línguas mais faladas no mundo, falado nos países de língua oficial inglesa (Reino Unido, Estados Unidos da América, Canadá e muitos países africanos) e noutros, pelo menos parcialmente.

Clique aqui e solicite-nos um Orçamento Gratuitamente. Caso prefira, poder-nos-á enviar o seu pedido de orçamento através do email geral@sps-traducoes.com.pt ou através do telefone 00 351 92 926 35 82.